Versão Digital - A aquanástica, uma metodologia de ginástica adaptada ao meio líquido


Versão impressa original em: Silva S G, Galeazzo C. A aquanástica. Nadar Rev Bras Esp Aquat 1986; 3:6


localfitness.com.au

Figura. Aqua aerobics / Aquanástica (1)


A aquanástica, uma metodologia de ginástica adaptada ao meio líquido

Suzana Gonzaga da Silva e Cristina Galeazzo*

* Suzana e Cristina são professoras de natação formadas pela USP

Palavras-chave: hidroginástica, aquanástica, hidroterapia, exercício na água, habilidade motora

https://n2t.net/ark:/21207/NADAR.v2i165.17

RESUMO

A aquanástica como o nome já diz, é um método de ginástica adaptado ao meio liquido. Dentre seus objetivos principais, temos: o aprimoramento das capacidades físicas, ou seja, a melhora do condicionamento físico geral e a aprendizagem de habilidades motoras no meio líquido.

DEFINIÇÕES

1. ginástica: conjunto de exercícios que, segundo certos princípios de frequência, intensidade e duração, visam a melhora de uma ou mais capacidades físicas.

2. capacidade física: conjunto de qualidades (força, resistência aeróbica, resistência anaeróbica, flexibilidade, velocidade, coordenação, entre outras) que o indivíduo apresenta, empregadas na execução de habilidades motoras.

3. habilidades motoras: atos ou tarefas que requerem o movimento humano e que precisam ser aprendidas a fim de serem propriamente executadas.

INTRODUÇÃO

A aquanástica (Figura) pode ser praticada por pessoas sem experiências anteriores no meio líquido, uma vez que o método proporciona a ambientação à água, ao mesmo tempo em que estimula o organismo à prática de exercícios. Aqueles que têm dificuldades em praticar a ginástica convencional (por problemas ortopédicos, de excesso de peso, etc.), encontram na água um espaço apropriado para desenvolverem suas potencialidades sem agressões ao próprio organismo. Para aqueles que já aprenderam a nadar, a aquanástica apresenta-se como uma atividade complementar, onde é possível aprender novas habilidades. Desde que haja interesse não há limite de idade para a prática da aquanástica.

METODOLOGIA

Para que a aquanástica possa atingir seus objetivos, é preciso que se observe alguns pontos básicos:

a) a piscina, em condições ideaís, deve ter uma área de 2 x 2 metros por aluno, e sua profundidade deve permitir que o nível da água fique aproximadamente na altura das axilas. Como em toda atividade física orientada, a frequência às aulas é importante. Sendo a piscina coberta e aquecida (seis a oito graus Celsius acima da temperatura ambiente média), condições climáticas adversas não interferirão no programa;

b) a existência de auxílios materiais (barras, arcos, bolas, colchões de borracha, etc.) amplia as possibilidades de exercícios e contribui, também, como um fator de motivação;

c) para frequentar qualquer atividade em piscina o exame médico é imprescindível, pois poderá detectar moléstias transmissíveis no meio líquido, bem como as condições de aptidão) básica do futuro aluno. Espera-se que indivíduos com problemas ortopédicos ou de excesso de peso tragam um parecer de seu médico, para uma melhor orientação dos exercícios e atividades a serem desenvolvidos;

d) em termos ideais, a aquanástica deveria ser praticada três vezes por semana em aulas de 45 a 55 minutos, que proporcionassem em cada sessão, atividades englobando: exercícios de aquecimento, movimentação para habilidades motoras, exercícios de alongamento muscular e relaxamento.

VANTAGENS DA AQUANÁSTICA EM RELAÇÃO À GINÁSTICA EM TERRA

Apesar dos praticantes de ginástica não estarem tão sujeitos ao contato físico, ainda assim sujeitam seu corpo, músculos e articulações à pressões físicas repetidas durante certos exercícios (saltos, corrida, polichinelo, etc.), principalmente se o tipo de piso onde é feito o exercício for duro, o calçado não for adequado, e se o praticante não amortecer suas quedas. O corpo pode sofrer uma série de pequenos traumas, não muito sérios, mas cujo efeito cumulativo pode resultar em condições inflamatórias dolorosas, dentre elas a bursite, miosite, tendinite e artrite.

No meio líquido estes problemas tendem a desaparecer, uma vez que a água sustenta o corpo, diminuindo a ação da força da gravidade. Vale a pena acrescentar que a mesma área que sustenta o corpo cria uma certa resistência aos movimentos nela executados. Logo, um mesmo exercício executado dentro d'água proporciona uma maior estimulação muscular.

Vamos tomar como exemplo o exercício polichinelo. Quando executado fora d'água, ele implica numa compressão das articulações no momento da queda. Para os alunos dentro do peso ideal, sem problemas ortopédicos e bem orientados, este exercício é executado sem maiores danos. No caso de alunos acima do peso, com problemas ortopédicos e sob orientação deficiente, o mesmo exercício pode agravar os problemas já existentes de caráter ortopédico, ou então causar uma fadiga prematura e excessiva aos alunos com excesso de peso. No meio líquido, o choque contra o solo ocasionado pelo mesmo exercício é amortecido também pela água. Isto diminui o risco de lesões articulares e permite um maior número de repetições sem fadiga excessiva pelos alunos acima do peso. O fato do exercício estar sendo feito contra a resistência da água, aumenta o trabalho muscular de membros superiores e inferiores.

Em função destas e de outras vantagens da aquanástica sobre a ginástica convencional, elaboramos uma tabela (Tabela) para visualização e melhor compreensão.


Aquanástica Ginástica em Terra
Empuxo de Arquimedes sustenta o corpo durante os exercícios, atenuando os choques contra o solo. Densidade da água oferece relativa resistência aos movimentos Força da gravidade implica em maiores choques contra o solo em atividades de correr, saltar, saltitar, etc. densidade do ar oferece baixa resistência aos movimentos
A água oferece resistência ao movimento da caixa torácica durante a respiração, estimulando os músculos respiratórios O ar quase não oferece resistência ao movimento da caixa torácica durante a respiração
Para o aluno ambientado, sem medo do meio líquido, a água estimula a descontração muscular O ar por si só, não estimula tanto a descontração muscular
O meio líquido permite a exploração de movimentos não realizáveis no meio terrestre, graças a força do empuxo A exploração de exercícios e movimentos é limitada pela força da gravidade

Tabela. Comparativo: Aquanástica X Ginástica em terra


CONSIDERAÇÕES FINAIS

A aquanástica, sem dúvida, representa uma nova saída para aqueles que não podem se beneficiar da ginástica convencional e é um ótimo complemento para aqueles que já a praticam.

REFERÊNCIAS

(1) Wikipedia [Internet]. [place unknown]: https://www.localfitness.com.au; 2009. Aqua Aerobics; [cited 2022 Feb 23]; Available from: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aqua_Aerobics.JPG


Estatísticas do Artigo

Stats

 


Apoio

Support NADAR! Send a message now, to: NADAR@REVISTANADAR.COM